Marketing e os Benefícios da Segmentação

marketing
marketing

Como referimos anteriormente no artigo Abrir um Restaurante e o Investimento Inicial, antes de darmos qualquer passo em um negócio, é fundamental tentarmos compreender o todo.

Definir o grupo de clientes, conhecer os seus hábitos de consumo, identificar as suas necessidades, expectativas e motivações são aspectos relevantes de análise para apresentarmos um serviço que cative.

Designed by Freepik

Um produto ou serviço, é uma solução que resolve um problema específico e traz benefícios (vantagens), na percepção do consumidor. Vale lembrar que apesar de existirem muitas fontes de potenciais benefícios, alguns têm maior ênfase do que outros e nem todos poderão ser atrativos.

Seja qual for a qualidade do produto ofertado, se não existirem consumidores em número suficiente para os comprar, não há negócio. Tendo esse princípio em mente, abordemos um pouco sobre a segmentação com base em benefícios sob à luz do marketing.

Quando falamos em características, a segmentação visa encontrar modos de descrever grupos de consumidores. O método mais utilizado é baseado nas demografias, (ou características demográficas: idade, sexo, classe social, rendimento, status, país, região, personalidade, atitudes e motivações).

Por que esse método é importante? Porque tendo conhecimento sobre estas características dos nossos consumidores é possível através da pesquisa, saber mais sobre os seus hábitos e quanto de rendimento disponível possivelmente terão para gastar.

De posse de toda esta informação e levando em consideração que uma oportunidade pode existir para segmentar o mercado de acordo com os benefícios que os consumidores procuram, poderemos então selecionar os melhores meios para influenciar os clientes no tom daquilo que lhes temos para dizer.

Os três tipos de benefícios que uma empresa deverá comunicar aos seus clientes são:

  • Benefícios padrão, (Exemplos: normas de segurança e garantia de reembolso, etc.);
  • Benefícios da empresa, (Exemplos: atenção individualizada e personalizada quando solicitar, etc.);
  • Benefícios diferenciais, (Exemplos: processo de fabrico único ou fornecedor homologado de algum produto, etc.).

Trocando em miúdos, identifique o que o cliente valoriza mais. Depois crie e comunique.

Se gostou desse artigo, inscreva-se no nosso “feed de notícias” e acompanhe tudo em primeira mão todos os nossos artigos sobre restaurantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *